Domingo, 18 de Janeiro de 2009
RUI SECA

Mais um amigo que parte.

Bom amigo e Médico exemplar, daqueles que tinha hora para entrar mas não para sair.

Trabalhei com ele, indirectamente claro, muitos anos, mais de 30, por isso não preciso de procurar muto no meu album de recordações.

O Hospital Geral de Santo António, ficou mais pobre e os seus doentes nunca o esqueceram

Nesta altura seria muito fácil encontrar muitas palavras bonitas para me despedir de ti Rui, mas tú não gostarias de ler, nunca foste dessas "merdices", par ti 2 e 2 eram 4...

Vou-te deixar um poema de Fernando Pessoa, sei que darás muito mais valôr a tudo o mais que eu aqui diga:

A morte é a curva da estrada.
Morrer é só não ser visto.
Se escuto, eu te oiço a passada
Existir como eu existo.

 

     A terra é feita de céu.
     A mentira não tem ninho.
     Nunca ninguém se perdeu.
     Tudo é verdade e caminho.

 

Adeus Rui, até um dia...



publicado por joselessa às 16:37
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

ADEUS SENHOR DOMINGOS

A TRISTE SINA DE SINISTRA...

NOITE SEM OLHOS

AMO DEMAIS

ESCUTA-ME

VAMOS AJUDAR O ALBINO...

NOVIDADES PARA VER NO POR...

LINGUAGEM PARLAMENTAR

NOVAS LEITURAS E TUDO O M...

A motivação de um líder

arquivos

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

favoritos

eu

Cancioneiro popular

ELEITO DO DIA

blogs SAPO
subscrever feeds