Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009
Governo italiano impede fim da alimentação da mulher .

 

Governo italiano impede fim da alimentação da mulher em coma há 17 anos

 

O Governo italiano adoptou hoje um decreto-lei para impedir a suspensão de alimentação a uma mulher em coma há 17 anos, depois da justiça ter determinado o seu direito a morrer, a pedido da família.

O documento foi aprovado apesar da oposição do chefe de Estado, Giorgio Napolitano, que se opõe a uma medida deste género e sem a sua assinatura nenhum decreto-lei pode entrar e vigor.

De acordo com a agência noticiosa italiana Ansa, o decreto-lei foi aprovado "por unanimidade", após uma longa discussão no Conselho de Ministros. A agência não precisou de imediato o conteúdo do decreto.

Ontem, a Ansa noticiou que o decreto era composto por um artigo único a definir que a alimentação e a hidratação, enquanto formas de apoio à vida ou com o objectivo fisiológico de aliviar o sofrimento, não podem em caso algum ser recusadas por pessoas interessadas ou suspensas por quem assiste pessoas que não estão em condições de decidir de forma autónoma.

O documento hoje aprovado está escrito com base neste artigo, tendo em conta as observações feitas pelo presidente honorário do Tribunal Constitucional Valeio Onida, indicou a Ansa sem mais pormenores.

Napolitano declarou hoje que se opunha a uma medida de urgência e numa carta enviada ao primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, explicou não encontrar "carácter de urgência" no caso Eluana que justifique a adopção de um decreto-lei.

Eluana Englaro, 37 anos e em coma há 17, foi levada na terça-feira para um clínica de Udine (nordeste) que aceitou suspender a alimentação.

O caso de Eluana, em estado vegetativo desde o acidente rodoviário que a deixou em coma em Janeiro de 1992, originou grande polémica em Itália e é objecto de uma intensa batalha judiciária e política há mais de dez anos.

 

 

Nota - Embora eu concorde com a eutanásia, este caso não se trata de eutanázia.

Nenhum Pai e este Pai pelas fotos que tenho visto é um Senhor com mais de 60 anos(?) não pode pensar que um dia morre e deixa ficar uma filha entregue ao deus dará, nemhum Pai quer a morte de um filho mas entre ve-lo partir e deixa-lo ficar a vegetar....eu faria o mesmo, pena que esta decisão peque por tardia.



publicado por joselessa às 17:42
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

ADEUS SENHOR DOMINGOS

A TRISTE SINA DE SINISTRA...

NOITE SEM OLHOS

AMO DEMAIS

ESCUTA-ME

VAMOS AJUDAR O ALBINO...

NOVIDADES PARA VER NO POR...

LINGUAGEM PARLAMENTAR

NOVAS LEITURAS E TUDO O M...

A motivação de um líder

arquivos

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

favoritos

eu

Cancioneiro popular

ELEITO DO DIA

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds